Junior Miranda

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Técnico da Croácia diz que sua fé foi fundamental para chegar à final da Copa

Zlatko Dalić diz que sempre agradece a Deus após os jogos, não importa o resultado.

O técnico croata Zlatko Dalić conseguiu a façanha de levar sua seleção à final da Copa do Mundo da Rússia. Mesmo tendo perdido para a França, que era favorita, ele reverteu todos os prognósticos do início da competição.

Em entrevistas antes do jogo, ele declarou: “Tudo o que fiz na minha vida e na minha carreira profissional devo à minha fé e sou grato ao meu Senhor”. Católico, como a maioria dos habitantes do seu país, ele foi filmado várias vezes com as mãos entrelaçadas, em sinal de oração.

Dalić revelou à imprensa que sempre faz uma prece antes de cada partida e também agradece a Deus após o fim de cada jogo, não importa qual seja o resultado.

“Eu estou muito feliz com a minha vida”, disse o técnico, acrescentando que “sem muita fé e motivação, seria muito difícil chegar [a final]. Eu sempre precisei depender do nosso Deus misericordioso e da minha fé”.


Fonte: Gospel prime Com informações de CNA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pastor Marco Feliciano afirma que PT tentou aplicar “golpe para soltar Lula”

A estratégia adotada pelo PT para tentar libertar Lula da prisão foi comentada pelo pastor Marco Feliciano (PODE-SP) e classificada como um “golpe” que os aliados do ex-presidente tentaram aplicar à Justiça. O habeas corpus concedido pelo desembargador plantonista Rogério Favreto no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) foi cancelado pelo presidente do órgão, Carlos Eduardo Thompson Flores, após uma série de ações que envolveram o juiz Sérgio Moro e o relator do caso na segunda instância, desembargador João Paulo Gebran Neto, em sentido contrário à decisão do plantonista. 
O pastor Marco Feliciano publicou um artigo em que revela ter apresentado uma representação contra Favreto no Conselho Nacional de Justiça “para que seja apurada possível falha funcional disciplinar”. “O que causa estranheza são decisões tomadas de afogadilho, em um plantão de final de semana, ao cair da noite. 
Conforme se sabe, minutos após o desembargador Fraveto assumir seu plantão judiciário, ele tomou conhecimento de um pedido apresentado por três deputados do mesmo partido do preso. E, do qual a autoridade judiciária – Favreto – foi militante por 20 anos; inclusive, exercendo cargos de confiança em governos do partido”, escreveu Feliciano, no portal Pleno News. 

O deputado destacou que o histórico do desembargador causa “suspeição sobre qualquer decisão” tomada por ele em casos relacionados ao PT. “O prudente seria esperar pelo próximo dia útil, para uma análise mais abalizada pelo tribunal. 

O que acabou acontecendo no mesmo dia, no domingo”, acrescentou. “Agora, imaginemos se a soltura tivesse acontecido. E a comoção que causaria um pedido de asilo do ex-presidente Lula a alguma embaixada, cercada por manifestantes, com bandeiras vermelhas, liderados por partidos que ainda sonham em voltar ao poder a qualquer custo. Só que, desta vez, para tumultuar uma eleição que já sabem perdida, para eles, com repercussão internacional”, pontuou Feliciano. 

O insucesso da estratégia petista, porém, expôs o nível de atenção aos detalhes que a Justiça tem dado ao caso: “Quando não conseguiram o que queriam, tentaram culpar o juiz Moro pelas idas e vindas desse habeas corpus, pelo libera-mantém preso. Mas esses manifestantes se esquecem de que ordem ilegal não se cumpre. 

O que ficou sobejamente comprovado”, afirmou. “Que Deus guarde nosso país desses falsos defensores dos pobres que, na verdade defendem o marxismo ateísta”, concluiu. 

Fonte: Gospel mais
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Cantor gospel Kleber Lucas se apresenta em centro de Candomblé


O cantor gospel Kleber Lucas, pastor da igreja Batista Soul, se apresentou junto com os Ogans de um Centro de Candomblé que havia sido incendiado e foi recentemente reconstruído com a ajuda de uma igreja evangélica.

Kleber Lucas sentou na mesa junto alguns religiosos, falou da alegria de poder participar do evento de inauguração, sem preconceito religioso, sem barreiras.

No fim, o cantor posou para fotos ao lado de uma mãe de santo e líderes de alta patente no Candomblé.

A atitude do cantor em ir se apresentar em um terreiro de Candomblé, religião que comumente é discriminada por evangélicos, está causando uma enorme repercussão dentro do cenário gospel.

Muitos cristãos conservadores estão criticando veementemente a atitude do cantor, enquanto outros o apoiam e celebram a sua atitude.

Kleber Lucas tem ido na contra-mão do sistema religioso, apesar de estar inserido nele. Por vezes tem levado padres para pregar em sua igreja, cantado música secular no altar também de sua igreja, fatos que tem mostrado atitudes atípicas de um pastor evangélico.

Assista:




O que você acha, concorda que um pastor esteja em um centro de Candomblé?



Fonte: Ofuxicogospel
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Novela “Apocalipse” retrata o papa como falso profeta e católicos fazem boicote

Em Apocalipse, Papa é retratado como um falso profeta amigo do anticristo e pastor como o mocinho que tenta salvar as pessoas

Apocalipse é a nova novela bíblica da Record TV, que estreia hoje, 21, já é alvo de campanhas de boicotes entre os católicos.

A trama que abordará historia baseadas em interpretações das profecias da Bíblia Sagrada, retratará o Papa, como um falso profeta e amigo do anticristo, causando revolta entre a comunidade católica.

Na trama, a igreja se chama “Sagrada Luz”, mas que apresenta os elementos que fazem uma clara alusão a Igreja Católica Apostólica Romana, inclusive em um nos cenários onde o líder religioso fará seus pronunciamentos, é uma sacada semelhante a que é usada pelo líder católico no Vaticano e da Praça São Pedro.


O ator Flávio Galvão, interpretara o líder religioso italiano Stefano Nicolazzi, que na trama é amigo de Ricardo Montana, interpretado pelo ator Sergio Marone, que será o Anticristo.

Stefano vai ensinar aos seus seguidores que Montana foi “destinado para ser o maior líder da Terra”. Durante a trama Montana irá morrer, e vai ressuscitar no período da grande tribulação.

É nesse momento que o falso profeta usará todo seu poder de manipulação para mostrar os poderes sobrenaturais do Anticristo e fazer o mundo adorá-lo.

Enquanto isto, o pastor Ezequiel (Zé Carlos Barbosa) tentará alertar o mundo de que o Stefano é um falso profeta. Outra parte da trama que está sendo contestada pelos católicos.
Efeitos especiais na novela Apocalipse

Já no primeiro capitulo, a emissora de Edir Macedo, mostra um tsunami devastador, mostrando a qualidade dos efeitos especiais da emissora.

No decorrer da trama, a escritora Vivian de Oliveira, promete que o telespectador verá terremotos, arrebatamentos, epidemias e inclusive uma terceira mundial e a volta de Jesus Cristo.
Católicos fazem boicote a novela Apocalipse da Record TV

Ao tomar conhecimento do enredo da novela, os administrados da pagina FaceCatólico, uma das maiores páginas de membros da Igreja Católica no Facebook, passou a promover um boicote à emissora de Edir Macedo. “Boicote já”, diz o post que já conta com mais de 3 mil compartilhamentos na rede social.

“Essa novela vai retratar que o Papa é a Besta do Apocalipse e que a Igreja Católica e a Babilônia. Mas o mais absurdo e ter que pedir para que católicos não assistam mais tais canais, pois quem tem um senso católico de verdade nem assiste mais novelas”, diz a publicação.

Fonte: Portal Padom
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 23 de março de 2017

Thalles pede perdão ao público: “quero assumir o meu erro”

"Hoje eu entendo que chegou um tempo [...] de pedir perdão às pessoas que ficaram magoadas por declarações que eu fiz", diz cantor.

O cantor e compositor mineiro Thalles promoveu, em sua página oficial no Facebook nesta quarta-feira (22), uma videoconferência. Na ocasião, ao lado de sua esposa e do violão, cantou músicas e fez um pronunciamento e um pedido de perdão ao público.

Na live stream, Thalles falou acerca das polêmicas ocorridas em 2015 que, de forma direta, prejudicaram sua carreira musical. Na época, o intérprete afirmou que o seu disco sucessor seria dedicado ao público não-religioso e que, diante ao status alcançado em seu trabalho artístico, não tinha mais como crescer como intérprete evangélico.

No entanto, o artista foi criticado pelo público e por outros intérpretes evangélicos pela forma que divulgou a novidade. O episódio, que chegou a ser conhecido popularmente como “acima da média“, chegou a ser comentado por cantores como Leonardo Gonçalves, Cassiane, Luiz Arcanjo, Vanilda Bordieri e outros.

Por isso, o artista decidiu, quase dois anos depois do ocorrido, apresentar um pedido de desculpas direto ao público pelo episódio. “E eu não quero me justificar. Eu quero assumir o meu erro diante de todas as pessoas. Assumir o meu erro diante de todos os meus irmãos cantores, às pessoas que eu falei todas aquelas bobagens”, afirmou o artista.

De acordo com Thalles, o episódio afetou também seu público. “Hoje eu entendo que chegou um tempo muito especial. Um tempo de pedir perdão às pessoas que ficaram magoadas porque, há um tempo atrás, um vídeo foi divulgado na internet de umas declarações que eu fiz. E machucou muita gente”.

“Hoje foi um dia muito importante pra mim porque… poxa, hoje eu pude falar com Anderson Freire, falei com André Valadão, falei com Fernandinho, falei com a Bruna Karla, eu chamei os meus irmãos e falei, pedi perdão a eles. Pedi perdão a alguns pastores e vou continuar fazendo isso. Mas eu não podia fazer isso sem vir publicamente gravar este vídeo”, completou o artista.

Thalles, no vídeo, também afirmou que, durante este período em que desempenhou funções de pastor da Renascer em Cristo e se apresentou em outros países do continente, passou por um processo pessoal para que conseguisse, enfim, pedir definitivamente perdão ao público pelo ocorrido. “Isso era um peso no meu coração, sabe?”, contou o compositor.

O músico chegou a comentar a polêmica em outras ocasiões, no entanto, sua principal tese de argumentação era de que tinha sido mal interpretado. Desta vez, Thalles encarou seu discurso, proferido em 2015, como uma “bobagem”. “Hoje é uma alegria tão grande de, talvez… É muito difícil de entender o que estou sentindo de vir aqui e gravar este vídeo de perdão. Um perdão para a Igreja de Jesus Cristo”, disse.

Assistir ao Video

Fonte: GospelPrime

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...